Fotodepilação, Luz Pulsada e Laser

fotodepilação

Fotodepilação, Luz Pulsada e Laser – Afinal, quais são as principais diferenças e semelhanças entre estes métodos de depilação?

Há vários anos atrás, fiz Fotodepilação (numa zona do corpo) com excelentes resultados – Com apenas 5 sessões, espaçadas ao longo de um ano, resolvi o problema.

Entretanto, num outro local bem mais barato, fiz algumas sessões nem sabia bem de quê – agora já sei –  numa outra zona do corpo, que não teve qualquer efeito notável ao fim de 3 sessões e por isso, desisti… Ao conversar com amigas, constatei que algumas já faziam há algum tempo, sessões mensais, e que os resultados custavam a aparecer. Outras, à semelhança do meu primeiro tratamento, em 5 ou 6 sessões obtinham os resultados pretendidos. Porque seriam os resultados tão diferentes?

Há uma semana atrás (como já tinha referido por aqui), decidida a fazer novamente depilação “definitiva” (ok, já sabemos que este não é o termo mais correto, porque exige manutenção), procurei reunir o máximo de informação para perceber, no meio de tanta Concorrência, Publicidade e Marketing, qual seria o tratamento mais eficaz e mais adequado ao meu objetivo. TODOS DIZEM QUE TÊM O MELHOR MÉTODO, já sabemos… Mas este post serve para resumir um pouco do que fui aprendendo e que me levou a optar pelo método de Laser Alexandrite. Espero que gostem e que vos possa ser útil no momento da escolha se estiverem a pensar em fazer este tipo de depilação.

13462553522391-0-680x276
Fotodepilação, Luz Pulsada e Laser:
Pois bem, comecemos pelo início, a Fotodepilação (depilação por luz) abrange a Luz Pulsada e o Laser. O que varia é o tipo de luz emitido em cada um dos métodos.
Isto significa que, a publicidade que menciona apenas Fotodepilação, por si só, não nos dá qualquer informação sobre o tipo de método que vai ser usado.
Em qualquer um dos métodos, a luz absorvida é convertida em energia térmica (calor) que enfraquece ou elimina progressivamente os folículos pilosos, inibindo o crescimento do pêlo. Mas o tipo de luz e os resultados variam. No geral, não podemos dizer que um método é melhor do que o outro; tudo depende de vários factores (e dos objetivos pretendidos) dos quais irei falar-vos em seguida:

Laser:

O laser não é mais que a emissão de uma luz monocromática (de uma só cor – vermelha by the way), em linha reta, dirigida à zona do corpo a depilar, sendo absorvida pelo pigmento presente no pêlo.

A luz emitida pelo laser é transformada em energia térmica mais elevada do que a luz pulsada e é conduzida até à raiz do pêlo, destruindo-a. Este tipo de luz viaja grandes distâncias (percorrendo as várias camadas de pele até à raiz do pêlo) sem perder intensidade. As máquinas de laser usadas na fotodepilação não permitem outra utilização – são específicas para aquele fim e o tratamento com laser deve ser realizado por profissionais de saúde.

Este é o método com resultados mais rápidos e o mais eficaz em peles claras com pêlos escuros (onde se enquadra a maioria dos portugueses)

Dentro deste método, podemos encontrar diferentes tipos de laser:
Rubi – Actualmente menos usado pelos efeitos secundários
Diodo – Método mais indicado em fototipos mais altos (peles mais escuras)
Nd-yag – Usado para todos os tipos de pele e pêlo mas mais eficaz nos fototipos mais escuros. Por ter um comprimento de onda maior, penetra no tecido em maior profundidade e por isso, poderá ser mais doloroso.
Alexandrite – Menos doloroso que o DIODO e o ND-YAG porque dispõe de um sistema de refrigeração que anestesia a pele, diminuindo a dor e a irritação. Eficaz em peles com fototipos do I ao IV*.

7906009_D4Lw1

Luz Pulsada (IPL):

O método IPL aplica uma luz policromática (com várias cores), que se dispersa em várias direções no momento do disparo.
A luz absorvida (menos direcionada do que a do laser, devido à dispersão) é também convertida em energia térmica que vai enfraquecer progressivamente os folículos pilosos e inibir o crescimento do pêlo. Mas, por ser menos intensa que o laser, a eliminação do pêlo é mais lenta.
A Luz Pulsada é bastante versátil porque permite a realização de diversos tratamentos como depilação, fotorrejuvenescimento e tratamento de manchas, tratando-se muitas vezes de uma mesma máquina multiusos com diferentes intensidade.
A Luz pulsada é o método mais usado nos cabeleireiros  e encontram-se já à venda aparelhos para usar em casa.
A luz pulsada pode ser usada em qualquer tom de pele e de pêlo mas exige um maior numero de sessões que o laser, para obter os mesmos resultados.

Luz-Pulsada-2

Vantagens da Fotodepilação (independentemente do método escolhido) vs depilação convencional:

– Enfraquecimento / Eliminação do pêlo
– Praticamente indolor
– Menor custo a médio/Longo prazo
– Adaptado ao tipo de pele
– Comodidade

Depilacao Permanente-1

Vantagens do Laser:

– Destruição do Folículo piloso desde a primeira sessão
– Resultados mais rápidos em peles claras com pelo escuro
– Actualmente é praticamente indolor (Método Alexandrite)

Desvantagens do Laser:

– Maior probabilidade de queimaduras reversíveis. Risco diminuído quando o tratamento é efectuado por profissionais de saúde
– Pouco eficaz em peles mais escuras e pêlos claros

Vantagens da Luz pulsada:

– Menor probabilidade de queimaduras, embora também se devam tomar precauções
– Eficaz em todo o tipo de pêlos e peles mais morenas

Desvantagens da Luz pulsada:

– Maior numero de sessões para obter os mesmos resultados do laser
– Nem sempre se consegue eliminar a totalidade dos pêlos
– Manutenção mais frequente

Cuidados especiais e Contra-indicações de ambos os métodos:

– Pele bronzeada (pelo sol ou outros métodos artificiais, como auto-bronzeadores por exemplo)
– Medicação Fotosensibilizante
– Quimio / Radioterapia há menos de 6 meses
– Gravidez ou aleitamento
– Doenças de pele activas (Herpes, Psoríase)
– Epilepsia
– Zona Ocular
– Feridas abertas / Fase de cicatrização
– Tatuagens
– Maquilhagem permanente
– Prótese de Silicone (A Fotodepilação poderá danificar as próteses de silicone quando efectuada na zona mamária)

Os Resultados poderão variar em função de vários factores:
– Fototipo da pele (Peles mais escuras e negras não obterão os mesmos resultados)*
– Grossura e Cor do pêlo (O pêlo mais escuro e grosso é habitualmente o que tem melhores resultados)
– Fase de crescimento do pêlo (O espaçamento entre as sessões deve ser o suficiente para que todos os pêlos estejam em fase de crescimento semelhante)
– Condições hormonais – Alterações e Patologias relacionadas com a parte hormonal poderão interferir com a quantidade de pêlo e crescimento
– Medicamentos (Medicamentos usados para o fortalecimento das unhas e cabelo, fortalecem e estimulam o crescimento dos pêlos corporais. Alguns medicamentos contribuem para uma maior Fotosensibilidade da pele, aumentando o risco de aparecimento de manchas ao longo do tratamento)
– Área corporal a tratar (Algumas zonas poderão ter melhores resultados)

*Diferentes Fototipos da pele:
FOTO-FOTOTIPO
tabela_fototipo

Altura indicada para a realização deste tipo de tratamentos:
-Outono e Inverno

Preparar a pele:
– Nos dias anteriores, é importante fazer uma esfoliação para retirar as células mortas
– Na véspera do tratamento deve-se usar um método depilatório de corte (Gilete) para remover todos os pêlos que estão à superfície. A remoção dos pêlos no próprio dia irá tornar a pele mais sensível ao tratamento e o risco de irritação aumenta.

Durante as sessões:
– Obrigatório o uso de óculos de proteção independentemente da zona a tratar

Porque optei pelo laser Alexandrite na Laser Clinic do Porto?
Porque para além de ser o mais indicado para o meu tipo de pele e cor do pêlo (pele clara e pêlo escuro), é o método com resultados mais rápidos, realizado por profissionais de saúde, e o menos doloroso dentro dos vários tipos de laser (aliás,  depois de experimentar, posso dizer que é práticamente indolor). Por fim, mas também a ser considerado, o preço é claramente inferior aos que vi noutros locais e o espaço é bastante acolhedor e confortável (e giríssimo!! 😀 ). O serviço é simplesmente fantástico!

IMG_2602

IMG_2596

IMG_2594


You may also like...

2 Responses

  1. 24 Março, 2015

    […] vales seriam utilizáveis em tratamentos de depilação a Laser Alexandrite (pelo qual optei após pesquisa sobre os vários métodos existentes no mercado). Os preços desta Clínica são já muito simpáticos (79€ corpo inteiro) e com os vales, seriam […]

  2. 12 Agosto, 2015

    […] vales seriam utilizáveis em tratamentos de depilação a Laser Alexandrite (pelo qual optei após pesquisa sobre os vários métodos existentes no mercado). Os preços desta Clínica são já muito simpáticos (79€ corpo inteiro) e com os vales, seriam […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!