Parabenos (Conservantes) nos Produtos Cosméticos – Sim ou não?

paraben-free

Bom dia Vaidosas qb! 😀
Não imaginam o quanto tenho aprendido nestes pesquisas… Tenho chegado a conclusões incríveis que me vão levar inclusivamente a pôr de lado alguns dos produtos que tenho usado sobretudo na pele do rosto. Se calhar, alguns dos ingredientes que fazem parte da sua constituição, são mesmo a causa de algumas surpresas que a pele me vai fazendo. Por vezes a pele fica mais desidratada ou com mais borbulhas e com mais oleosidade do que o costume e isso deve-se a vários factores que agora sei que vão além dos factores hormonais e externos. Vai daí, os princípios activos dos produtos que uso vão passar a fazer parte dos critérios de seleção (ficando talvez no topo da lista).
Depois do post sobre os Silicones (Silicone em produtos cosméticos – Sim ou não), está na altura de falar dos famosos Parabenos. Hoje em dia, não é raro lermos nas embalagens de vários produtos “Sem Parabenos”, mas afinal do que se trata e porque são estes produtos uma mais valia quando comparados com os produtos com Parabenos na sua formulação?

Os Parabenos são conservantes, antimicrobianos e antifúngicos que evitam que os produtos se alterem ao longo da sua utilização. Sem conservantes, os produtos teriam um prazo de validade mais curto (depois de abertos) e o desenvolvimento de bactérias iria contribuir para uma mais rápida alteração das suas propriedades, detectáveis através da alteração da cor e/ou cheiro e/ou textura do produto. Quando isto acontece, os produtos devem ser descontinuados e está na altura de comprar nova embalagem sob pena de causarmos danos na pele.

As opiniões sobre a utilização de Parabenos nos produtos cosméticos não é consenual. Alguns investigadores da àrea cosmética defendem que os Parabenos são menos agressivos para a pele do que outros Conservantes mas as suspeitas de que os desodorizantes com Parabenos poderiam contribuir para o aumento do risco de cancro da mama, levantou várias outras questões sobre os mesmos. Estas suspeitas  de que os Parabenos poderiam aumentar o risco de cancro da mama não foram contudo provadas*, mas outras questões se levantaram.

É importante referir que alguns Parabenos já foram proibidos na Europa** e que em Portugal todos os produtos comercializados a partir de 16 de abril de 2015 e adequados para crianças com menos de 3 anos vão deixar de ter propilparabeno e butilparabeno. Os Parabenos estão ligados a um aumento do risco de Alergias bem como reações de hipersensibilidade. Adicionalmente, suspeita-se que os Parabenos possam potenciar a acção dos raios UV na pele e que aumentem o stress oxidativo e alterações do DNA das células da pele, favorecendo o envelhecimento da mesma. Desaconselhamos mesmo o uso de produtos com parabenos nos bebés com menos de seis meses, bem como em crianças com outras idades, se aplicados na zona da fralda. Leia a lista de ingredientes para saber se o produto contém estas substâncias: todos os que terminam em “paraben” são parabenos.DECO PROTESTE)

Onde são encontrados os Parabenos:

Na maioria das formulações cosméticas (70%) como Cremes, Loções, Desodorizantes, Maquilhagem, entre outros.

Como saber se um produto tem alguns dos mais usados Parabenos – Verificar na lista de ingredientes:

-Metilparabeno (E218)
-Etilparabeno (E214)
-Propilparabeno (E216)
-Butilparabeno
-Isobutilparabeno
-Isorpopilparabeno

(Ver mais informação aqui)

Algumas alternativas aos Parabenos:

-Phenoxyethanol
-Caprylyl Glycol

Em jeito de conclusão, se o aumento do risco de cancro da mama provocado pela presença de Parabenos nos desodorizantes não seja para mim uma preocupação (porque não ficou provado que tal aconteça), a presença de Parabenos nos cremes (principalmente os de rosto) já me preocupa visto que a minha pele é uma pele sensível, com tendência a manchas e acne. Assim sendo, irei dar prioridade a produtos com baixa concentração de Parabenos ou sem Parabenos na sua constituição.

Exemplo de marcas/Produtos sem Parabenos:
– Caudalie à venda em Farmácias ou na Skin.pt (Com muitas Promoções frequentemente).

(Alguns posts sobre a Caudalie aqui no Blogue: Caudalie- Uma História com uma Castelo e Tesouros; Luta contra as manchas do rosto – Caudalie Vinoperfect Antitaches (Review)) e em breve sairá novo post sobre a linha Divine Body 😉

La Roche Posay, da linha Toleriane
Avéne
Noviderm
Ducray
Lierac
Eucerin
Vichy
Bioderma
Boots
Roc
Uriage
Piz Buin
-Clinique
-Entre outros à venda em perfumarias

(Mais marcas e produtos sem Parabenos irão sendo acrescentadas a esta listagem)

Espero que tenham gostado deste post e, a quem tem pele sensível e/ou com tendências a alergias e/ou não usa um forte protetor solar diáriamente deixo o conselho: Evitem os Parabenos! 😉

*- The American Cancer Society has concluded, based on its research findings, that the scientific and medical research does not support a claim that the use of parabens in cosmetics can increase an individual’s risk of developing breast cancer.

*- The FDA began studying the effects of parabens in response to the outcry of their potential estrogenic effect and link to breast cancer. The FDA found that parabens are safe for use in cosmetics, and it also says that, based on the weight of all the current scientific evidence, there is no reason for consumers to be concerned about the use of products containing parabens.

*- The Scientific Committee on Consumer Safety: Final Opinion on Parabens, which is the official statement by the European Union on the unequivocal safety of parabens in skin care, cosmetics and personal care products. This summary of decades of long-term and short-term safety data reinforced the EUs previous decision that parabens are safe in personal care products.

*- Health Canada, the Canadian FDA-equivalent, also finds that, “Currently, there is no evidence to suggest a causal link between parabens and breast cancer.

*- The Personal Care Products Council, a US organization that reviews and assesses the safety of ingredients used in cosmetics in an open, unbiased and expert manner, consolidated more than 265 studies in The Journal of Toxicology that noted a women’s daily cosmetic regimen using products that contain parabens caused no adverse reproductive effects and confirmed the safety of parabens.

**Earlier this year (2014), the Commission banned the use of five other parabens in cosmetic products – Isopropylparaben, Isobutylparaben, Phenylparaben, Benzylparaben and Pentylparaben (See Commission Regulation (EU) No 358/2014) due to the lack of data necessary for reassessment. Products placed on the market after 30 October 2014 will have to be free from these substances.

**A Comissão Europeia permite que os propil e butilparabenos sejam usados noutro tipo de cosméticos, mas limitou a sua concentração máxima a 0,14% quer sejam usados em conjunto ou em separado. O nosso conselho: os produtos que ficam na pele por várias horas, como cremes e loções para o corpo, com butil e propilparabenos são de evitar, principalmente em crianças com menos de 3 anos e em grávidas.
Proibiu-se ainda a mistura de metilcloroisotiazolinona com metilisotiazolinona em produtos que ficam na pele, como os cremes corporais ou de rosto. O objetivo é reduzir o risco e a incidência de alergias cutâneas. Esta mistura de conservantes continua a poder ser utilizada em produtos enxaguáveis, como champôs e géis de duche, com uma concentração máxima de 0,0015 % (e um rácio de 3:1). Esta proibição aplica-se aos produtos comercializados a partir de 16 de julho de 2015.
A Comissão Europeia já tinha interditado a utilização de outros cinco parabenos em produtos cosméticos: isopropilparabeno, isobutilparabeno, fenilparabeno, benzilparabeno e pentilparabeno. Os produtos colocados no mercado após 30 de outubro de 2014 não podem incluir essas substâncias. Mas há parabenos de utilização segura. É o caso do metilparabeno e do etilparabeno, de acordo com o Comité Científico da Segurança dos Consumidores.

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2015 Lara F.

You may also like...

6 Responses

  1. 31 Março, 2015

    […] que ser (obrigatoriamente!!!) Oil free e pessoalmente prefiro manter-me o mais longe possível de Parabenos e […]

  2. 3 Abril, 2015

    […] creme hidratante anti-idade, com SPF 20, Alergicamente testado, sem Parabenos e sem perfume tem ainda a vantagem de vir numa embalagem em formato de tubo opaco, o que permite […]

  3. 4 Abril, 2015

    […] o rosto. Por fim, embora tenha muitos conservantes na sua composição, nenhum é da família dos Parabenos e a embalagem em formato de tubo opaco, mantém o produto nas melhores condições durante os 6 […]

  4. 25 Julho, 2015

    […] pelo óleo – Huile Divine (nota: habitualmente mais barato em skin.pt), sem Parabenos (uma das bandeiras da Caudalie), de textura leve (e por isso ser designado um óleo seco) e aroma […]

  5. 27 Julho, 2015

    […] todo o tipo de peles mistas ou oleosas, mesmo as mais sensíveis, livres de  fragrâncias, sem Parabenos e com efeito Anti envelhecimento e reparador. De uso diário duas vezes ao dia: Manhã e […]

  6. 12 Agosto, 2015

    […] O condicionador Leave in com óleo de Damasco foi o produto que mais me desiludiu. Pelo menos no meu cabelo, não noto qualquer efeito quando o aplico… Pena, porque estava com muita expectativa e um produto destes é fundamental para deixar o meu cabelo secar ao ar livre. Claro que, não podemos deixar de ter em linha de conta que este produto não faz parte da linha Deep Care (seguramente mais hidratante), mas sim da linha específica para cabelos pintados. Se dermos uma vista de olhos aos ingredientes, os resultados não surpreendem: produtos rico em Silicones (que apesar de bons efeitos cosméticos, não tratam e muitos Parabenos). […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!